Make your own free website on Tripod.com

<br

Conflitos no Zimbábue

  • Nome: República do Zimbabue
  • Capital: Harare
  • Divisão: 8 províncias
  • População: 11,5 milhões
  • Religião: cristianismo: 45%, cultos africanos: 55%
  • Principais idiomas: inglês (oficial), chishona e sindebele.
  • Posição do IDH: 130 º

Ocupações - Zimbabuanos negros ocupam ao menos 500 fazendas de brancos atualmente. Há ao menos 4.500 fazendeiros brancos no país, que controlam 30% de todas as terras férteis.

Manobra política - Em fevereiro, o presidente Robert Mugabe não consegui aprovar um referendo para uma nova Constituição que fortaleceria ainda mais os poderes. Críticos afirmam que, para aumentar sua popularidade e desviar a atenção da população da crise econômica, o governo incentiva as ocupações.

Independência - No 20º aniversário da independência do país, Mugabe descreveu os fazendeiros brancos como "inimigos do Zimbábue disse que os negros esperam, nos últimos 20 anos, uma reforma agrária.

O presidente de Zimbábue, Robert Mugabe, afirmou que está disposto à ir com o Reino Unido devido ao problema das ocupações de fazendas de produtores brancos no país africano.

Falando à TV estatal Zimbábue em Nairóbi (Quênia), durante uma escala de vôo de retorno da cúpula Europa-África, que aconteceu no Cairo, Mugabe disse que avisou o chanceler britânico Robin Cook que seu país “está preparado para a guerra”.

“Se eles (o Reino Unido) estão se dirigindo para a opção militar, eu disse a ele que nós vamos nos defender, e se necessário for, voltaremos as trincheiras”, afirmou.

Mugabe, que liderou a guerrilha na ex-colônia britânica durante a luta pela independência, nos anos 70, está no poder desde o fim da era colonial, em 1980.Veteranos da guerra da independência têm ocupado, nos últimos meses, fazendas de proprietários brancos que vieram para o país durante o período colonial.

Cerca de 4 mil fazendeiros brancos são donos de um terço das melhores terras agricultáveis do país, enquando aproximadamente 1,5 milhões de pequenos produtores negros dividem os outros dois terços.

Cerca de 97% dos habitantes de Zimbábue, país que fica no centro-sul da África, são negros.

O presidente Mugabe diz que pretendia realizar a redistribuição das terras do país de maneira organizada, mas que o plano foi rejeitado junto com o projeto da nova Constituição do país em um plebiscito em fevereiro. Agora, ele diz que as ocupações dos veteranos são justos.

O Reino Unido já tem um plano de emergência caso a situação se agrave e os atos de violência, até agora isolados, se espalhem. Segundo o plano, tropas retirariam do país cerca de 20 mil pessoas que têm passaportes britânicos.

Um policial foi morto a tiros em uma fazenda ocupada na última Terça-feira, e estão sendo registrados casos de incêndios criminosos em fazendas de brancos.

O principal grupo de oposição do país, o MDC (Movimento pela Mudança Democrática), acusa Mugaba de usar o problema da terra para aumentar a tensão no país e justifica a sua permanência no poder. O país terá eleições parlamentares em maio.

O Reino Unido, que já participou de tentativas anteriores de reforma agrária. Inclusive pagando compensações a fazendeiros brancos que optaram por retornar à Europa, diz que Mugabe usa o processo para dar terras a seus simpatizantes.

5-3MC1

Bruno Gallas
Felipe Brunholi
Gustavo Sozzi
Marcela Fassina
Roberto Mellão
Tauan Mendonça