Make your own free website on Tripod.com

<br

Conflitos em Angola

  • Capital: Luanda.
  • Área: 1.246.700 km 2.
  • População: 11,5 milhões (aproximadamente a população da Bahia).
  • Língua Oficial: Português .
  • Religião: cristianismo (55%) animismo (45%).
  • Posição do IDH: 160°.
  • Direitos humanos: A Anistia denuncia mortes de civis desarmados em meio às lutas entre MPLA e Unita.

História do conflito - Angola era uma colônia portuguesa e tornou-se independente em novembro de 1975, desde então, o país está envolvido numa guerra civil que opõe o MPLA (Movimento Popular para a Libertação de Angola), partido de cunho marxista que assumiu o poder, à Unita ( União Nacional para a Independência Total de Angola).

Guerra civil - O MPLA e a Unita assinaram em Lusaka (capital da Zâmbia), em novembro de 1994, um acordo. Para implementá-lo, o ONU organizou uma missão de paz, que incluía a participação do Brasil. O não-cumprimento do acordo levou à continuação da guerra interna.

O conflito hoje - Durante a Guerra Fria e por causa dos enfrentamento ideológicos de então, a Unita recebeu apoio dos EUA, da França e da África do Sul. O MPLA, da ex-URSS e de Cuba.
Hoje, o MPLA domina as reservas de petróleo do país e a Unita, as regiões produtoras de diamantes.

Refugiados em Angola - em 98, o reinicio da guerra entre a Unita e as forças do governo frustou a repatriação de cerca de 220 mil angolanos refugiados em outros países e forçou 1,5 milhões a deixar suas casas.

Saldos - Os confrontos deixaram cerca de 500 mil mortos e 10 milhões de minas no território.

5-3MC1

Bruno Gallas
Felipe Brunholi
Gustavo Sozzi
Marcela Fassina
Roberto Mellão
Tauan Mendonça